mulher andando pelo mercado
Franquias 27/06/2024

Mercado de proximidade: vale a pena entrar nessa tendência?

Compartilhar Array

O mercado de proximidade é um modelo de negócio varejista que tem como principal característica a localização próxima dos consumidores e o fácil acesso. Comumente, é instalado em locais a curta distância de residências e áreas comerciais, que pode ser percorrida a pé ou rapidamente de carro.

Também chamados de mercado de vizinhança, eles se assemelham bastante àqueles “mercadinhos de bairro de antigamente”. A maior diferença é que essa nova versão, geralmente, pertence a uma grande rede varejista ou mesmo a uma startup.

Um ponto interessante é que está cada vez mais fácil encontrar lojas nesse formato. Segundo o Sebrae, já existem, aproximadamente, 35 mil estabelecimentos desse tipo em todo o Brasil. E a participação no volume de vendas no setor de varejo de autosserviço também é bastante expressiva: 35% no total.

O que será que o varejo de proximidade tem de tão interessante para ter se tornado essa grande tendência? Venha com a gente e descubra!

O que é mercado de proximidade?

É um modelo de loja varejista que tem como características: localização, conveniência, praticidade, oferta de produtos básicos e indispensáveis e atendimento rápido e personalizado. A maioria pertence a grandes marcas ou faz parte de redes de franquias e, por isso, segue uma padronização.

Existem diversos negócios que fazem parte do varejo de proximidade. Alguns ótimos exemplos são:

  • minimercados;
  • mercearias;
  • sacolões;
  • hortifrutis;
  • adegas;
  • bombonieres;
  • padarias;
  • açougues;
  • empórios;
  • lojas de conveniência;
  • entre outros comércios similares.

Dica de leitura: “O que são e como funcionam as microfranquias? Elas são mais baratas?

Como funciona o mercado de proximidade?

Em linhas gerais, o mercado de proximidade funciona igual aos outros estabelecimentos desse segmento. Isto é, a pessoa entra na loja, escolhe os produtos que precisa, passa no caixa, realiza o pagamento e leva os itens na hora.

Uma importante diferença é que a experiência do cliente no varejo próximo é bem melhor, especialmente em comparação a supermercados e comércios maiores. 

O primeiro motivo é que essas lojas costumam ser instaladas em bairros e regiões próximas  a todos. Assim como o próprio nome sugere, a ideia é estarem perto das pessoas, de modo que possam ir ao local a pé, ou percorrer apenas uma pequena distância de carro.

Outro ponto que muda a jornada dos consumidores é que os comércios desse modelo são mais acolhedores e têm um atendimento mais personalizado, justamente por serem menores que outros tipos de comércio.

Quanto aos produtos, geralmente são vendidos itens mais básicos e essenciais ou, dependendo do tipo de franquia, mercadorias para consumo imediato. 

Também não costuma haver fabricação de alimentos, e boa parte das lojas trabalha com um sistema chamado grab and go, algo como “pegue e leve”, em português. Trata-se de uma forma de autoatendimento na qual o cliente adquire um item pronto, devidamente preparado, fracionado e embalado.

5 vantagens do mercado de proximidade

Existem variados tipos de varejo que podem ser explorados pelo setor de franchising. O mercado de proximidade tem se destacado devido a vantagens, como:

  1. baixo custo operacional: por ser um espaço físico menor, a tendência é haver menos gastos para estruturar e manter o local;
  2. alto potencial de fidelização de clientes: decorrente de um relacionamento mais próximo com os consumidores;
  3. possibilidade de atender a um determinado nicho: abrindo caminho para explorar todo o potencial que setores específicos geram;
  4. necessidade de estoques menores: tanto pelo espaço reduzido quanto pela previsibilidade de demandas fácil de ser calculada;
  5. tecnologia favorável: visto que hoje em dia é muito mais fácil contratar sistemas que atendem negócios de diferentes tamanhos e segmentos, que vão desde tecnologias para inventário em mercados, passando por gestão financeira, entre outros.

Sobre este último tópico, temos um artigo que ajudará você: “Ferramentas de gestão para franquias: como escolher a melhor?

Como ter sucesso com um negócio desse formato?

Tudo isso é muito promissor, não é mesmo? Porém, você deve se planejar de forma realista para chegar aos resultados esperados e ao tão sonhado sucesso com uma franquia.

Boas estratégias para o mercado de proximidade, por exemplo, são fundamentais nesse tipo de negócio. Entre as principais, estão:

  • localização: atentar-se para escolher um local próximo a áreas residenciais, preferencialmente;
  • marketing digital: dando foco a anúncios geolocalizados, pois ajudam a alcançar clientes em potencial que estão próximos da sua loja;
  • treinamento: a fim de preparar os funcionários corretamente para atender os consumidores, considerando abordagem, tratamento e tom de voz certos, entre outras particularidades;
  • oferta de produtos: analisar o perfil, preferências e necessidades do público-alvo como critérios para escolher o que será vendido;
  • tecnologia: com destaque para soluções que automatizam tarefas repetitivas, como um sistema de emissão de notas fiscais.

Dicas extras para montar um mercado de vizinhança!

Porém, como quase tudo na vida tem um lado positivo e outro nem tanto, precisamos falar também sobre algumas dificuldades que podem surgir nesse segmento. Uma das principais são os desafios de gestão de estoque local que precisam ser resolvidos.

Como o volume estocado tende a ser menor, é essencial um controle preciso dos itens que entram (abastecimento) e saem (venda) para garantir que nenhum cliente deixe de ser atendido por falta de produtos nas prateleiras. 

Uma boa organização física das mercadorias ajuda a  acompanhar e a evitar que itens sejam perdidos por conta do vencimento ou por terem sido avariados ou danificados. O treinamento correto dos funcionários também contribui bastante. 

Seja para resolver desafios como esse, ou para melhorar a gestão de maneira geral, ficar por dentro das inovações do mercado de proximidade ajuda a tomar as melhores decisões.

Aqui, no blog da F360, você fica por dentro das novidades do setor de franchising, e também tem diversas dicas para aprimorar a sua rotina e alcançar mais resultados na sua loja.

Veja alguns artigos que ajudarão você:

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Maurício Galhardo

Head e curador do F360 Educa, apaixonado por finanças, autor de três livros de negócios e gestão financeira, com ampla experiência em treinamentos e palestras. Já treinou mais de 20 mil pessoas no varejo!

Você também pode se interessar por