Mulher olhando papéis no computador
Finanças Franquias 05/02/2024

ROI de franquias: qual o ideal e como calcular?

Compartilhar

O ROI de franquias é o indicador que mostra o retorno sobre o investimento feito para montar e manter um negócio desse modelo. Em linhas gerais, ele é igual ao de outros formatos empresariais. A diferença fica por conta da cobrança de algumas taxas específicas desse setor.

Isso significa que, quando for calcular o ROI da sua franquia, você precisa considerar os custos iniciais básicos de todas as empresas — tais como aluguel de espaço físico, capital de giro, equipamentos, estoque, entre outros —, e também a taxa de início e a de marketing, sistema e royalties.

Saber disso deu a impressão que o investimento em uma loja franqueada é maior que o necessário para abrir um comércio que não faz parte de uma rede? Pois sabia que a rentabilidade também pode ser maior!

Segundo os números da ABF, Associação Brasileira de Franchising, o faturamento do mercado de franquias foi de R$ 105,1 bilhões no primeiro trimestre de 2023. Houve um aumento de 4% nas redes, 10% nos empregos e 10% nas operações, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Os cinco segmentos que mais cresceram foram: alimentação; food service; casa e construção; comunicação, informática e eletrônicos; e educação. 

Essas informações mostram que se tornar um franqueado pode ser um bom negócio! Para ter essa confirmação, é preciso fazer uma gestão financeira adequada, e isso começa com o cálculo correto do ROI de franquias. Veja, agora, como fazer essa conta.

O que é ROI de uma franquia?

O ROI de franquias é um indicador financeiro que revela o retorno alcançado com os investimentos feitos para abrir e manter uma loja desse formato. Em outras palavras, ele mostra se a aplicação de dinheiro para estruturar um comércio desse tipo gerou lucratividade.

ROI é a sigla que representa o termo em inglês Return on Investment que, em português, quer dizer Retorno sobre o Investimento. 

Ele é considerado um dos indicadores mais importantes para uma boa gestão financeira, pois revela se seus esforços monetários estão, ou não, gerando os resultados esperados.

Por meio do ROI é possível:

  • tomar decisões mais precisas;
  • definir estratégias de crescimento mais pontuais;
  • direcionar melhor as verbas;
  • melhorar o planejamento financeiro;
  • identificar quais investimentos devem ser mantidos e finalizados, o que ajuda a reduzir custos desnecessários;
  • potencializar o lucro da franquia.

Dica de leitura: “Gestão financeira para franquias: como contribui com o seu negócio?” 

Como calcular o ROI de franquias?

Calcular o Retorno sobre o Investimento é uma atividade relativamente simples, que pode ser feito utilizando a seguinte fórmula:

ROI = [(ganho obtido – valor do investimento inicial) / valor do investimento inicial] x 100

Para ficar mais fácil de entender, usaremos um exemplo. Então, imagine que você precisou de R$ 10 mil para abrir sua franquia. Após um determinado período, conseguiu vender R$ 35 mil. Aplicando a fórmula do ROI, temos:

  • ganho obtido = R$ 35.000
  • valor do investimento = R$ 10.000
  • ROI = [(35.000 – 10.000) /10.000] x 100
  • ROI = (25.000/10.000) x 100
  • ROI = 2.500 x 100
  • ROI = 250%

O que não pode faltar no ROI de franquias?

Lembra que falamos que ROI de franquias tem algumas particularidades que o usado em outros tipos de negócios não tem? Pois bem, estávamos nos referindo à taxa inicial, também chamada de taxa de ingresso.

Trata-se de uma cobrança única feita no momento da assinatura do contrato entre franqueado e franqueador. É ela que autoriza o uso da marca, do modelo de negócio, a venda dos produtos e dos serviços, e a utilização de outras características da rede.

Assim, quando for calcular o ROI da sua loja, não se esqueça de incluir a taxa de franquia na sua conta!

E, além dela, você também precisa contabilizar:

  • capital de giro: quantia necessária para manter uma empresa funcionamento;
  • ponto comercial ou plataforma digital: local onde os produtos/serviços serão mostrados e vendidos para o público;
  • royalties: valor pago periodicamente ao franqueador sobre os lucros obtidos.

Confira também: “Contabilidade para franquias: guia completo

Acompanhar o retorno do investimento é essencial para a saúde financeira da franquia

Qual o ROI ideal para uma franquia?

No exemplo de cálculo de ROI de franquias que demos, o resultado foi 250%, certo? Será que esse é o número ideal para uma loja desse modelo?

Na realidade, não existe um percentual único que precise ser atingido para ser considerado o retorno ideal sobre o investimento. Isso porque o resultado depende de uma série de critérios, como tempo de atividade da unidade, resposta do público às soluções oferecidas, aceitação da marca no mercado, entre outros.

Porém, é certo imaginar que um bom ROI é alto, ou seja, aquele cujo resultado é igual ou superior a 100%. Isso porque essa porcentagem comprova que os investimentos feitos geraram bom lucro para a franquia.

Não deixe de ler: “Expansão de franquias: as 6 melhores dicas de como realizar!

O que é PRI?

PRI é a abreviatura de Prazo de Retorno do Investimento. Como o nome sugere, esse indicador mostra quanto tempo levará para você rever o valor aplicado na sua loja.

A fórmula usada para calcular o PRI é:

PRI = investimento inicial / fluxo anual de caixa 

Que tal um exemplo para entender melhor esse índice? Considere que você investiu R$ 30 mil iniciais na sua franquia. Seu fluxo de caixa está em R$ 10 mil por ano (aqui, você pode considerar uma projeção com base na média dos primeiros meses de atividade).

Colocando esses valores na fórmula do PRI, temos:

PRI = 30.000 / 10.000

PRI = 3 anos

Portanto, neste exemplo, seriam necessários três anos para o retorno do investimento inicial para a abertura da franquia.

Como melhorar a gestão financeira da sua franquia?

Como você deve ter percebido, ROI e PRI são indicadores financeiros complementares e fundamentais de serem calculados. Eles ajudam a basear suas decisões e a manter a saúde financeira da sua loja em dia.

Outra forma de melhorar o gerenciamento monetário da sua franquia é contando com ferramentas próprias para essa atividade.

O F360 Finanças é um sistema de gestão financeira multiempresas. Com um dashboard personalizável e software responsivo, os recursos que você encontra nessa solução são:

  • conciliação de cartões;
  • fluxo de caixa;
  • contas a pagar e a receber;
  • DRE;
  • planejamento orçamentário;
  • conciliação com vouchers;
  • integração com PDV e adquirentes;
  • conciliação bancária.

Conheça todas essas funcionalidades, na prática! Agende agora mesmo uma demonstração grátis!

Compartilhar
Avatar photo
Escrito por:

Carolina Ferrari

Gerente de marketing da F360