mulher comprando produto no totten
Gestão 27/05/2024

Autoatendimento no food service: vale a pena adotar?

Compartilhar Array

Oferecer soluções de autoatendimento no food service para franquias traz diversas vantagens. Alguns ótimos exemplos são a redução das filas e do tempo de espera, diminuição de custos operacionais, possibilidade de aumentar o ticket médio e melhora na experiência do cliente.

Por falar dos consumidores, saiba que 60% dos brasileiros pretendem usar tecnologias que oferecem autonomia na hora das compras nos próximos anos, segundo estudo da Croma Marketing Solutions divulgado em uma matéria do site Exame.

Logo, se o público quer usar recursos como esse, oferecê-los é uma forma de atender suas necessidades, expectativas e preferências, e isso ajuda a atrair e fidelizá-los, concorda?

E do ponto de vista de quem vende, um dos maiores resultados de adotar a tecnologia no food service é o aumento da receita. Quer uma prova? As redes de franquia KFC e Pizza Hut cresceram 34% no segundo trimestre de 2023 devido às vendas realizadas via canais digitais, especificamente aplicativos, web delivery e totens de autoatendimento.

Esse dado veio de um levantamento da International Meal Company, companhia responsável por operar essas marcas no Brasil, que também mostrou que 26% das vendas das lojas da KFC nesse período vieram dos totens.

Se você tinha dúvidas do quanto as tecnologias de autoatendimento para restaurantes, e demais negócios do setor food services, ajudavam no crescimento, esse é um bom exemplo do que pode ser alcançado.

Veja, agora, quais outras vantagens esse recurso pode gerar para a sua loja.

O que é serviço de autoatendimento?

Os serviços de autoatendimento são aqueles que permitem os clientes interagirem com uma empresa sem precisar da ajuda de um funcionário. Esses recursos permitem, por exemplo, que uma pessoa tire uma dúvida, abra um pedido ou compre algo sem passar por vendedores, atendentes ou caixas.

As soluções de autoatendimento oferecem muito mais autonomia para os consumidores — e eles esperam por isso! 

A Zendesk, companhia de software de atendimento ao cliente, em uma de suas pesquisas abordou a questão do autoatendimento e descobriu que 69% das pessoas desejam solucionar o maior número possível de problemas por conta própria.

E, aqui, vale uma ressalva! Nem todo problema do cliente é complexo. Isso porque a pessoa pode apenas estar com pressa e buscar por uma refeição rápida para seguir o seu dia e dar conta de tudo o que precisa fazer.

Assim, oferecer recursos de autoatendimento no food service é uma forma de ajudá-la a resolver essa questão e de deixar sua rotina mais fácil.

Sugestão de leitura: “6 estratégias de vendas online para sua franquia

Como funciona o autoatendimento no food service?

Em bares, restaurantes, lanchonetes, e outros modelos de franquias de comida, as soluções de autoatendimento funcionam dando ao cliente liberdade para fazer e pagar o pedido sozinho.

Existem, basicamente, três tecnologias no food service voltadas para isso, que são:  

  • totens de autoatendimento
  • cardápio digital
  • aplicativos móveis

Totens de autoatendimento

Imagine uma tela de celular enorme posicionada dentro da sua loja. Imaginou? Pois essa é uma das melhores formas de descrever os totens de autoatendimento no food service para franquias.

Tratam-se de terminais interativos pelos quais os clientes escolhem o que querem comer, a quantidade, podendo até mesmo personalizar o pedido, se o modelo de negócio permitir. 

Os totens também fazem as cobranças via diferentes meios de pagamento digitais, como cartão de débito, cartão de crédito, Pix, carteira digital, entre outros.

Entre as tecnologias de autoatendimento para restaurantes e lanchonetes, essa é uma das mais comuns de se encontrar nas franquias.

Cardápio digital

Um dos formatos de cardápio digital que permite o autoatendimento em lanchonetes, bares e restaurantes são os tablets instalados sobre as mesas desses lugares. Na tela desses dispositivos fica aberto o menu com fotos e valores de todos os pratos vendidos

Basta o cliente clicar sobre o que quer comer que sua solicitação é enviada diretamente para a cozinha. Assim que estiver pronta, o garçom leva até ele, ou se for um pedido feito no balcão, quem comprou é chamado para retirar.

Aplicativos móveis

Uma forma de autoatendimento no food service que atende muito bem quem não tem unidade física, ou trabalha com varejo omnichannel, são os aplicativos para dispositivos móveis.

Podendo ser baixado em tablets, smartphones e outros equipamentos do tipo, nesses apps o cliente escolhe o que quer consumir, realiza o pagamento e recebe o pedido via delivery no endereço informado.

7 vantagens do autoatendimento no food service

Como comentamos logo na abertura deste artigo, são muitas as vantagens do autoatendimento no food service. Veja a lista que montamos com as principais!

1. Reduz custos com mão de obra

Já que não é preciso contratar mais funcionários para atender os clientes, especialmente em épocas de altos volumes de vendas, como datas comemorativas. E essa é uma das maiores vantagens financeiras do autoatendimento.

2. Ameniza gastos com meios de pagamento

Considerando que existem tecnologias de autoatendimento que dispensam o aluguel de maquininhas de cartão, pois o pagamento é feito diretamente na solução, como nos aplicativos e em alguns modelos de totens.

3. Diminui as filas e o tempo de atendimento

Afinal, o consumidor não precisa esperar um atendente retirar seu pedido, realizando todo o processo sozinho.

4. Ajuda a aumentar o ticket médio

Como o cliente fica livre para comprar, não se sente pressionado a escolher e pode fazer pedidos além do que havia programado. Pelo autoatendimento, também fica mais fácil apresentar ofertas e sugerir pratos, o que também ajuda a melhorar o ticket médio

5. Contribui para não haver erros nos pedidos

Situação que pode acontecer quando os atendentes fazem as anotações, por mais atenção que estejam dando no momento.

6. Otimiza o tempo de entrega dos alimentos

Isso é possível porque a maioria das tecnologias de autoatendimento para restaurantes, e outros tipos de franquias desse setor, envia a solicitação diretamente para a cozinha.

7. Facilita a personalização do atendimento

Ideal para quando o modelo de negócio permite esses ajustes. Assim, via autoatendimento, rapidamente o cliente pode clicar e escolher os ingredientes que quer, e os que não quer, em seu prato.

8. Melhora a experiência do cliente no food service em diversos pontos

Principalmente por reduzir o tempo de espera para fazer o pedido, eliminar filas, gerar conforto, praticidade e agilidade, inclusive na hora de pagar.

9. Eleva o poder de atração e de fidelização da sua loja

Por conta da soma de todas as vantagens do autoatendimento para franquias que acabamos de apresentar.

Achou tudo isso interessante? Então aproveite que está aqui, no blog da F360, e leia agora mesmo o artigo: “Food service: como funciona e quais as tendências?“. 

Nele falamos sobre as principais características desse setor, o que está por vir e também como melhorar a gestão de franquias que fazem parte desse mercado. Não perca! 

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Henrique Carbonell

CEO & CoFounder at F360 - Franchisee at O Boticário. Formado em Administração de Empresas pela Fundação Alvares Penteado - FAAP e pelo Ibmec Business School / IBMEC - SP.