homem usando cartão em loja
Finanças 26/03/2024

Como a agenda de recebíveis ajuda o varejista a obter crédito?

Compartilhar Array

Está pensando em pedir um empréstimo para financiar a expansão ou manutenção da loja? Saiba que, além de oferecer sua casa ou seu carro, há outra opção de garantia de pagamento para o varejista: o valor das vendas feitas, ou seja, sua agenda de recebíveis.

Essa alternativa foi sancionada pelo Banco Central em 2021 e impactou a contratação de crédito para as empresas, pois oferece maior flexibilidade, segurança e transparência na transação.

Para entender como ela beneficia o setor do varejo, leia até o final e aprenda o que é agenda de recebíveis, como funciona na prática, suas vantagens para os empreendedores e, ainda, como fazer e monitorar suas vendas de forma eficiente. Acompanhe!

O que é agenda de recebíveis?

A agenda de recebíveis (ou carteira de recebíveis) é a soma de todo o dinheiro recebido pelas vendas feitas com cartão de crédito e débito. Ela pode ser dada como garantia a um banco para obter empréstimo com taxas reduzidas.

Porém, para que haja economia nos tributos cobrados e o empreendedor possa oferecer seus recebíveis como garantia de crédito, a instituição financeira deve ser credenciada pelo Banco Central (Bacen).

De acordo com o Bacen, a agenda de recebíveis “é o conjunto de unidades de recebíveis caracterizadas pelo(a) mesmo(a):

  • número de inscrição no CNPJ ou no CPF do usuário final recebedor;
  • identificação do arranjo de pagamento;
  • identificação da instituição credenciadora ou subcredenciadora.”

Como funciona a garantia de recebíveis?

A garantia de recebíveis funciona da seguinte forma:

  • o lojista pede um empréstimo a uma instituição financeira credenciada no Banco Central;
  • ela analisa a agenda de recebíveis do empreendedor, entre outros dados financeiros relacionados aos recebimentos;
  • a instituição aceita o pedido de crédito e comunica ao banco onde o empreendedor tem conta jurídica;
  • todos os recebíveis são transferidos para a conta da instituição financeira que concedeu o empréstimo até quitar todo o valor devido.

Outra forma de explicar como funciona a garantia de recebíveis é: em vez do varejista receber o dinheiro das vendas via cartão de crédito e débito em sua conta de pessoa jurídica (PJ), esse valor cai direto na conta do banco contratado para o empréstimo.

Exemplo de uso da agenda de recebíveis

Se o lojista é dono de um restaurante e usa maquininhas para receber o pagamento via cartão de crédito e débito, todo o valor das vendas feitas por elas irá para a instituição financeira contratada até o fim do prazo de pagamento.

Existe também a possibilidade de pedir empréstimos em bancos diferentes, seguindo o limite de 100% do valor da garantia. Sendo assim, se o varejista tiver R$ 10.000 a receber, ele pode pagar R$ 5.000 para uma instituição e R$ 5.000 para a outra.

Aprenda também: O que é antecipação de recebíveis e quando usar o recurso?

Quais as vantagens da garantia de recebíveis?

A mudança da lei pelo Banco Central trouxe muitos benefícios aos empreendedores do varejo, pois, além de flexibilizar o acesso ao crédito, ajudou a reduzir as taxas e aumentar a segurança e transparência da operação.

Outro benefício que muitos não conhecem foi a flexibilização da chamada trava bancária, sobre a qual falaremos adiante.

Antes de 2021, ao usar a agenda de recebíveis como garantia de crédito, o varejista tinha todo o valor recebido em sua conta “travado”. Se ele tivesse que pagar apenas R$ 3.000 e recebesse R$ 10.000, todo esse valor seria bloqueado para pagar o empréstimo.

Porém, agora, a regra mudou – e para melhor! O banco só pode realizar a trava no valor correspondente ao crédito solicitado. Isso não impacta a gestão financeira do empreendedor.

Sendo assim, o varejista tem mais liberdade para gerenciar os recursos recebidos via cartão de crédito e débito, investindo no crescimento do seu negócio!

Como fazer a gestão da carteira de recebíveis?

A agenda de recebíveis é, na verdade, um registro das vendas via cartão de crédito e débito, como faturas a serem vencidas e parcelas mensais de compras parceladas.

Logo, é indispensável ter essa carteira organizada para a aprovação no pedido de empréstimo. Isso sem falar na importância desse registro para fazer a boa gestão do fluxo de caixa, projetar receitas e despesas e planejar investimentos, entre outras atividades.

Aliás, para ter a carteira de recebíveis organizada, é necessário investir em bom registro, com acesso facilitado às informações, principalmente se o varejista trabalhar com mais de uma adquirente de cartão.

O sistema de gestão financeira F360 Finanças é ideal para o lojista que deseja ter uma visão integral da situação da loja. Assim, é possível fazer melhorias para elevar o lucro, reduzir os custos e planejar um crescimento saudável e sustentável a longo prazo.

O que o F360 Finanças oferece?

O F360 Finanças é um sistema de gestão de financeira multiempresas, que pode ser usado para integrar todos os dados de várias lojas, marcas e canais de venda em um só local.

Como acesso pelo notebook, tablet e smartphone, essa plataforma oferece recursos vitais para quem deseja controlar as finanças de modo adequado, com maior segurança e agilidade.

Conheça as principais funcionalidades oferecidas:

  • Conciliação de cartões: conciliação automática de pagamentos realizados via crédito e débito, possibilitando apurar, de forma realista e precisa, as taxas cobradas pelas administradoras.
  • Gestão do fluxo de caixa: visualização das entradas e saídas financeiras de maneira automatizada e customizável.
  • Contas a pagar e a receber: automatização junto à Secretaria da Fazenda (SEFAZ), que permite integrar todas as notas emitidas por fornecedores diretamente na seção “contas a pagar”.
  • Elaboração de DRE: criação automatizada e personalizada de demonstrativos de resultados (DRE), com visualização segmentada por tipo de marcas e grupos, além da consolidação de diversos negócios, viabilizando o controle em um único lugar.
  • Conciliação bancária: o lojista consegue comparar o extrato da conta corrente da sua empresa com todos os recebíveis e pagamentos.
  • Integração com pontos de vendas (PDV) e adquirentes: integração com mais de 500 PDV e 150 adquirentes, que traz mais visibilidade e controle sobre as vendas.

Quer transformar sua gestão no varejo e, ainda, ter a agenda de recebíveis organizada diariamente? Então, agende uma demonstração do F360 Finanças e veja como pode ser mais simples e descomplicado administrar um negócio!

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Maurício Galhardo

Head e curador do F360 Educa, apaixonado por finanças, autor de três livros de negócios e gestão financeira, com ampla experiência em treinamentos e palestras. Já treinou mais de 20 mil pessoas no varejo!