mulher de óculos olhando computador
Gestão 02/04/2024

Gestão de pessoas em franquias: veja dicas para melhorar a sua

Compartilhar Array

Muito se fala no controle de estoque, das finanças, da contabilidade, dos clientes e das vendas no varejo. Porém, é fundamental ter em mente que a gestão de pessoas em franquias é a base para que todas as outras áreas e operações sejam eficientes.

Todos os processos são realizados pelos funcionários e, por isso, é vital que estejam alinhados com as metas e os objetivos, bem-treinados e engajados com a marca para dar o seu melhor na rotina diária.

O funcionamento e crescimento de um negócio depende diretamente da performance de seus gestores e colaboradores, independentemente se for uma loja ou um escritório.

Por outro lado, sabemos que não é fácil gerenciar pessoas com idades, culturas e experiências diferentes. É difícil manter uma equipe comprometida. E isso vale tanto para o lado do franqueado quanto da marca franqueadora.

Entretanto, há como melhorar sua liderança seguindo algumas dicas, sabia? Continue a leitura e confira o que é gestão de pessoas em franquias, sua importância e as melhores práticas!

O que é gestão de pessoas em franquias?

A gestão de pessoas em franquias é uma prática de gerenciamento do capital humano, ou seja, dos colaboradores e gestores da empresa. Seu objetivo é aplicar estratégias e ações para todos cumprirem suas metas e realizarem um trabalho de alto nível.

As práticas envolvidas na administração dos recursos humanos de uma loja são provenientes de profissionais de RH e devem ser aplicadas por todos os líderes e gestores, afinal, nem sempre há um setor dedicado a isso no negócio.

Qual a importância da gestão de pessoas para franquias?

A gestão de pessoas é vital para o varejo. Ela ajuda a obter bons resultados e crescer de modo sustentável ao longo dos anos. Com certeza, você já ouviu falar que o capital humano é o mais importante para um negócio. Sem ele, não há vendas e nem processos sendo feitos.

Logo, ele é responsável pelo funcionamento do negócio, sendo um dos principais pilares de qualquer franquia.

E por que o setor de franchising é diferente dos outros segmentos? Bem, porque a gestão de pessoas em franquias é feita tanto pelo franqueado com os funcionários de sua loja, quanto pela marca franqueadora, que precisa gerenciar os donos de suas várias unidades.

Como são muitos gestores, líderes e colaboradores, a chave é ter uma excelente administração de pessoas para evitar gargalos e insatisfação interna e externa – dos funcionários, clientes e fornecedores.

Além disso, destacamos outros benefícios que comprovam a importância da gestão de pessoas para franquias:

  • o trabalho é feito de forma mais orientada, seguindo as estratégias de vendas determinadas;
  • aumenta a produtividade, a motivação e o engajamento da equipe;
  • melhora o clima no ambiente de trabalho, evitando conflitos e estimulando a colaboração;
  • ajuda a reter talentos, como aquele bom vendedor ou gerente;
  • comunicação interna mais eficiente e fluida;
  • aumento dos resultados.

Saiba mais: Gestão de lojas e PDVs: estratégias para elevar a sua performance

Quais as melhores práticas na gestão de pessoas em franquia?

Entre as melhores práticas na gestão de pessoas em franquias, destacamos: elaboração de uma estratégia, com metas e prazos; recrutamento e seleção assertiva de franqueados, colaboradores e gestores; treinamento constante da equipe; feedback regular; investimento na comunicação interna; e orientação a resultados. 

Confira detalhes sobre cada uma delas.

Tenha uma estratégia

É essencial ter um planejamento e uma estratégia bem-estruturados para entender tudo o que precisa ser feito e, assim, orientar os colaboradores ou franqueados da rede de forma adequada.

Além de definir a missão, a visão e os valores, é preciso alinhar os objetivos e as metas da marca a curto, médio e longo prazo.

No caso da marca franqueadora, por exemplo, é preciso ter uma excelente gestão dos franqueadores para que seus colaboradores também recebam a orientação adequada.

Recrutamento e seleção mais assertivos

Seja detalhista e defina critérios para seu processo de recrutamento e seleção. Quanto mais assertivo for, você aumenta as chances de contratar talentos que tenham a mesma essência e fit com os valores da marca, assim como franqueados que realmente têm potencial.

Ofereça treinamentos

A melhor forma de garantir que todos estejam caminhando rumo ao mesmo objetivo, que, de modo geral, é entregar o melhor ao cliente e elevar as vendas, é vital compartilhar isso com a equipe da loja.

Para cada um entender sua função e responsabilidade no alcance das metas, os treinamentos são primordiais. Isso porque eles ajudam cada um a evoluir pessoal e profissionalmente e entender, em detalhes, tudo o que diz respeito à marca e aos processos da loja.

Outro ponto que precisamos destacar é a necessidade de treinamentos para franquias, ou seja, da franqueadora para o franqueador. Só assim pode-se garantir a qualidade em todas as unidades da rede, unificando a imagem da marca em todos os pontos de venda.

Se você for ao Bob’s, por exemplo, encontrará o mesmo padrão e forma de atendimento em todas as lojas.

Continue aprendendo: Treinamentos para franquias: por que são tão importantes?

Feedback e comunicação interna

Unimos duas práticas aqui para mostrar que a comunicação interna envolve diversos aspectos. Não basta apenas enviar e-mails informativos a todos e achar que o “recado foi dado”. Ela é essencial na gestão de pessoas no varejo.

Por isso, use diversos canais, como e-mail, conversas informais, reuniões formais e quadro informativo. Em paralelo, invista no feedback regular dos colaboradores para estimular seu crescimento e os resultados do trabalho.

A prática do feedback contribui ainda para alinhar as estratégias e o que deve ser feito para segui-las. Fora a possibilidade de elogiar e elevar a motivação e o engajamento do funcionário.

Orientação a resultados

Quando a gestão de pessoas em franquias é ativa e eficiente, a equipe é orientada a resultados. Afinal, está engajada e sabe o que fazer para conquistar as metas desejadas.

Em relação aos franqueados, a rede de franquias é diretamente beneficiada pelo bom desempenho de seus parceiros. O crescimento de uma unidade também é o da marca. Logo, quanto melhor for a orientação a resultados, melhor será a performance da loja.

Como fazer uma boa gestão de pessoas?

A melhor dica de como fazer uma boa gestão de pessoas em franquias é basear as ações em cinco pilares:

  1. motivação: vale pensar em métodos de elevar o engajamento da equipe, principalmente se perceber queda de produtividade e/ou vendas;
  2. comunicação: para evitar conflitos e ter um ambiente de trabalho com clima leve e colaborativo, é preciso investir na comunicação e orientação correta de todos. Faça reuniões, dê feedbacks e mantenha a equipe informada. Peça também a opinião dos funcionários para avaliar o que deve ser melhorado;
  3. trabalho em equipe: quanto maior for a motivação e mais transparente a comunicação, melhor será o trabalho em equipe. Crie um ambiente de colaboração e abra espaço para ouvir os colaboradores ou franqueados. Pense também em recompensas atrativas para estimular a conquista de metas coletivas;
  4. conhecimento e competência: monitore os resultados e implemente a avaliação de desempenho. Inclua essa ferramenta no feedback e mostre pontos positivos e de melhorias para elevar o engajamento, a produtividade e a qualidade do trabalho;
  5. treinamento e desenvolvimento: oferecer treinamentos regulares em franquias é fundamental para atualizar a equipe sobre a empresa, as ferramentas e estratégias usadas, assim como o objetivo a ser alcançado.

Para completar, destacamos a importância de usar a tecnologia para fazer uma boa gestão de pessoas em franquias. Conheça as soluções financeiras da F360 para o varejo e saiba como monitorar resultados, identificando o que deve ser melhorado para crescer de forma contínua e sustentável!

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Carolina Ferrari

Gerente de marketing da F360