uma mulher com tablet na mão analisando roupas da loja de roupas
Franquias 07/05/2024

Como franquear um negócio e o que precisa ser avaliado? 

Compartilhar Array

Descobrir como franquear um negócio é uma ótima maneira de expandir sua participação no mercado e, consequentemente, aumentar o faturamento e o lucro. Isso porque trata-se de um modelo de atuação que replica outro já existente e todas as suas características.

Esse processo requer um bom planejamento, a começar pelo entendimento do que é uma franquia. Tal modelo de empresa concede o direito de uso da marca e da venda de seus produtos e/ou serviços a outro empreendedor, chamado de franqueado.

Porém, antes dessa parceria comercial ser formada, é preciso passar por diversas etapas, que incluem análise geral da companhia, planejamento financeiro, criação de um plano de expansão e afins.

Quer saber quais são essas fases e, assim, preparar-se adequadamente para entrar no setor de franchising? Então, siga a leitura deste artigo e confira, agora, o passo a passo completo de como franquear um negócio.

O que avaliar ao franquear uma empresa?

Para transformar sua empresa em uma rede de franquias, o primeiro passo é olhar cada detalhe do seu negócio para confirmar se ele realmente tem o perfil para ser transformado em várias outras unidades.

A melhor forma de fazer isso é analisando estes pontos:

  • situação financeira;
  • potencial para ser replicada;
  • logística de distribuição de produtos;
  • facilidade de ensinar serviços;
  • possibilidade de instalação em qualquer região.

Veja os detalhes!

1. Situação financeira

Levante seus principais relatórios, a exemplo do DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício), analisando as finanças da empresa. Ela está dando lucro ou não? Tem potencial de crescimento financeiro nos próximos meses e anos?

Respostas como essas são fundamentais para confirmar se o negócio principal, que será a base da rede de franquias, é mesmo rentável. Se não está sendo para você, dificilmente outra pessoa terá interesse em se tornar um franqueado, concorda?

2. Potencial para ser replicada

Uma das principais características de uma franquia é a criação de novas unidades que seguem o mesmo modelo e a forma de atuação da empresa que as originou. Aqui, estamos falando desde a parte visual até o atendimento ao cliente. 

A sua pode ser replicada assim? Então, siga para as próximas orientações de como franquear um negócio.

3. Logística de distribuição de produtos

Se trabalha com a venda de produtos, é essencial pensar em como eles serão enviados para as unidades franqueadas. Deve-se analisar a logística, independentemente se os itens forem de fabricação própria ou se estes vierem de fornecedores. 

No caso, você deve descobrir se é capaz de garantir que toda a rede será devidamente abastecida.

4. Facilidade de ensinar serviços

O mesmo vale se seu negócio for de prestação de serviços. Como seria ensinar para diversas pessoas o que você faz? É um conhecimento fácil de transmitir e entender? 

Não se esqueça que, ao franquear o negócio, estará compartilhando com os franqueados também seu know how. Isto é, habilidades, capacidades e métodos de trabalho.

5. Possibilidade de instalação em qualquer região

Aquilo que sua empresa vende atende bem clientes de todos os lugares do Brasil ou é mais interessante para uma região específica? 

Lembre-se que vivemos em um país multicultural, no qual cada estado tem costumes e tradições. Considere se sua franquia se encaixa nessas diferenças — o que permite a instalação em vários lugares —, ou se tem mais potencial de dar certo se ficar restrita a uma região só.

Franquear o negócio é uma maneira de expandir sua marca no mercado

9 passos para franquear um negócio

Os principais passos que devem ser seguidos para transformar sua empresa em uma rede de franquias são:

  • definição do modelo de negócio;
  • validação dos processos;
  • elaboração do planejamento financeiro;
  • criação do plano de expansão;
  • formalização da nova empresa;
  • preparação da COF e dos demais documentos;
  • escolha do perfil dos franqueados;
  • criação dos treinamentos;
  • divulgação da oferta de franquia.

Confira os detalhes de cada passo!

1. Definição do modelo de negócio

A primeira etapa de como franquear um negócio consiste em criar os parâmetros da rede. Para isso, você deve pensar em pontos como:

  • público-alvo;
  • missão, visão e valores;
  • portfólio de produtos ou serviços.

2. Validação dos processos

Reveja se todos os processos podem ser replicados e descreva, detalhadamente, cada um deles.

Se o negócio vende comida, por exemplo, pense nas receitas, nos ingredientes, na maneira certa de montar os pratos e outros detalhes. Caso preste serviços, registre como é o fluxo de implementação.  

3. Elaboração do planejamento financeiro 

No plano financeiro da sua rede de franquias, você deve listar todos os valores que os franqueados precisarão pagar.

A taxa de franquias, por exemplo, consiste em um valor único que a rede receberá logo no início dessa parceria comercial. É ele que garante ao franqueado o direito de usar a marca e comercializar suas soluções. 

Somada a essa, existem outras taxas, inclusive:

  • marketing: direcionada para a publicidade da rede;
  • sistema: refere-se às tecnologias necessárias para o funcionamento da unidade;
  • royalties: pagamento periódico pelo uso da marca.

Defina quais são, como e quando devem ser pagas, além dos preços.

4. Criação do plano de expansão

No quarto passo de como franquear um negócio, é preciso elaborar o plano de expansão, que contempla questões como:

  • análise de dados do mercado, a fim de confirmar a viabilidade da ideia;
  • entendimento da Lei de Franquias (Lei n° 13.996/2019) para garantir a legalidade desse projeto;
  • preparo adequado dos profissionais que já estão na sua empresa, orientando-os sobre como será o processo, a fim de conquistar a colaboração de todos;
  • revisão e aperfeiçoamento das etapas anteriores, de modo que nenhum erro comprometa as implementações futuras.

5. Formalização da nova empresa 

Mesmo que uma rede de franquias tenha nascido de um negócio que já existia, legalmente, trata-se de uma nova empresa. Logo, é preciso formalizar esse modelo, o que inclui solicitar a validação junto à ABF, Associação Brasileira de Franchising, assim como abrir o novo CNPJ.

6. Preparação da COF e dos demais documentos

A Lei n° 13.966 lista toda a documentação necessária para garantir os direitos e apontar os deveres do franqueador e dos franqueados. Uma delas é a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Esse documento reúne todas as informações que a pessoa interessada em se tornar um franqueado precisa saber, devendo ser entregue a ela, pelo menos, 10 dias antes da assinatura do contrato. 

Na COF, devem estar todas as obrigações que precisam ser cumpridas, os dados financeiros da rede, o valor do investimento e daí em diante.

Entenda mais lendo o artigo: “Circular de Oferta da Franquia (COF): manual completo para não errar

7. Escolha do perfil dos franqueados

Você tem todo o direito de decidir quais pessoas têm potencial para serem proprietárias de uma unidade da sua rede de franquias. Nessa perspectiva, pode definir parâmetros como:

  • conhecimento do mercado de atuação;
  • experiência profissional;
  • graduação;
  • cursos extracurriculares;
  • entre outros.

Quanto mais alinhado esse perfil for com o propósito da sua marca, maiores as chances de a parceria dar certo.

8. Criação dos treinamentos

Por mais que a pessoa interessada já tenha algum conhecimento, não é algo específico do seu empreendimento, concorda? 

Por esse motivo, o oitavo passo de como franquear um negócio consiste em criar os treinamentos

Levante tudo o que é necessário dividir com os franqueados, calcule quanto tempo será necessário para isso e defina a melhor forma de capacitá-los, por exemplo, on-line ou presencial.

9. Divulgação da oferta de franquia

Com tudo pronto, testado e aprovado, basta dizer para todos que seu negócio, agora, é uma rede de franquias. Grande passo, não? 

Use boas estratégias de marketing para isso, como publicidade paga, posts nas redes sociais, artigos em blogs parceiros etc. Atente-se apenas para criar peças alinhadas com o perfil do seu público-alvo e com a linguagem certa para atingi-los.

Quanto custa franquear um negócio?

É um tanto difícil afirmarmos qual custo você terá para transformar seu negócio em uma franquia. O motivo é que esse valor depende de uma série de fatores, tais como:

  • gastos com a contratação dos profissionais que viabilizam essa expansão;
  • preço cobrado pela abertura do CNPJ e registro junto aos órgãos competentes;
  • taxas para proteção da marca no Instituto Nacional de Proteção Intelectual – INPI;
  • investimento necessário para dar os treinamentos;
  • entre outros relacionados.

O que fazer após franquear sua empresa?

Quando o passo a passo de como franquear um negócio estiver concluído e você já tiver seus primeiros franqueados, precisará fazer um bom gerenciamento de toda a rede. Afinal, é essencial prestar suporte e acompanhar de perto quais unidades estão dando lucros e quais requerem uma atenção maior da sua parte.

O F360 Painel é uma solução que facilita o acompanhamento das unidades franqueadas. Com ele, é possível:

  • consolidar todas as informações em uma única plataforma;
  • definir métricas;
  • criar grupos de lojas conforme as características;
  • padronizar a elaboração de documentos, como o DRE;
  • identificar novas oportunidades de crescimento;
  • e muito mais!

Agende agora mesmo uma demonstração grátis e veja como essa solução pode impulsionar a expansão do seu negócio!

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Maurício Galhardo

Head e curador do F360 Educa, apaixonado por finanças, autor de três livros de negócios e gestão financeira, com ampla experiência em treinamentos e palestras. Já treinou mais de 20 mil pessoas no varejo!