mulher analisando estoque
Gestão 25/06/2024

Estoque de segurança: aprenda a calcular e não perca vendas!

Compartilhar Array

Montar um estoque de segurança é uma forma de evitar que a sua loja perca vendas por não ter disponível o item que o cliente quer comprar. Isso porque essa estratégia mostra quanto você precisa ter armazenado para se proteger em casos de aumento de demanda ou atrasos no fornecimento.

Sobre isso, sejamos sinceros: não tem nada mais frustrante do que uma pessoa ir até sua franquia, pedir um determinado produto, e seu vendedor simplesmente falar que acabou, não é mesmo?

Se por um lado isso pode significar que a sua loja está vendendo bastante, — o que é ótimo — por outro compromete seriamente o relacionamento com os consumidores e seu faturamento. Afinal, as chances de essa pessoa procurar um dos seus concorrentes são bem altas.

Certamente, não é o que planejou para a sua franquia, não é mesmo? Por isso, você precisa saber o que é e como calcular o estoque de segurança. Vem com a gente que explicaremos tudo em detalhes!

O que é estoque de segurança?

Um estoque de segurança é uma armazenagem extra, feita para garantir que os principais produtos de um negócio nunca faltem. O objetivo é assegurar que os itens mais procurados pelos clientes, e os que geram mais faturamento, estejam sempre disponíveis para venda.

A ideia por trás dessa estocagem é manter uma quantidade mínima de determinadas mercadorias, de forma que esse volume permita a reposição imediata se, por acaso, a procura dos clientes aumentar de repente ou o fornecedor atrasar a entrega.

Então, é essencial ter em mente que não se trata apenas de comprar itens a mais para não ter ruptura de estoque, isto é, falta de produto para vender. Essa prática deve ser devidamente planejada, do contrário, você corre um sério risco de ter perdas financeiras. 

Uma prova disso é que essas mercadorias excedentes nem entram no cálculo de giro de estoque, que é o acompanhamento de quantas vezes a reposição é feita.

Para  entender melhor a importância do estoque de segurança no varejo, pense nessa atividade como uma medida preventiva, realizada por meio de aquisições extras, mas nas quantidades certas, e que não fazem parte da estocagem oficial da loja.

Dica de leitura: “Gestão de lojas e PDVs: estratégias para elevar a sua performance

Como calcular estoque de segurança para sua loja?

Existem algumas estratégias para calcular estoque de segurança em franquias. A primeira delas é conhecer a fórmula que deve ser utilizada para chegar à quantidade ideal do que precisa ser comprado, que é:

estoque de segurança = média de vendas por dia x tempo de reposição em dias

Suponhamos que a sua loja tenha um fluxo médio de 100 vendas diárias de uma determinada mercadoria, e que o fornecedor demore 45 dias para repor esse mesmo item. 

Aplicando a fórmula, chegaremos ao seguinte resultado:

  • 100 x 35 = 3.500 

Isto é, você precisa de ter, no mínimo, 3.500 peças a mais para conseguir atender ao volume de vendas.

Porém, é preciso considerar outras variáveis nessa conta, pois elas podem puxar este número para mais ou para menos, dependendo da influência que têm. 

Alguns pontos que não podem ficar de fora, são:

  • tipos de estoque necessário: é fundamental ter espaço suficiente e adequado para o armazenamento, a fim de proteger a qualidade e integridade físicas dos produtos;
  • lead time do fornecedor: que é o tempo entre o envio do seu pedido de abastecimento e a chega dos itens na sua loja;
  • demanda do produto: consiste em avaliar a procura de cada mercadoria pelos clientes, considerando também questões como sazonalidades, datas comemorativas, entre outras;
  • nível de serviço: termo usado para definir a importância de um item para os consumidores, se eles são essenciais ou não.

Quais as vantagens do estoque de segurança na sua gestão?

São vários os impactos positivos de fazer uma estocagem de segurança. Especialmente para as franquias, que precisam manter a padronização e garantir que todas as unidades vendam exatamente os mesmos itens. 

Assim, ao adotar métodos eficientes para implementar essa estratégia na sua loja, você notará benefícios como:

  • reposição imediata dos itens: ainda que haja algum problema com o fluxo de abastecimento;
  • economia: pois essa prática evita que você precise fazer comprar emergenciais, o que geralmente aumenta os gastos porque não há tempo para pesquisas mais aprofundadas ou negociações com os fornecedores;
  • garantia de atendimento ao cliente: quem procurar a sua loja não sairá “de mãos abanando”, pois terá o item procurado disponível para compra;
  • aumento no faturamento: e ao não perder nenhum cliente, o resultado é o aumento na receita da sua loja.

Leia também: “Automação financeira: por que investir nessa estratégia?

Como fazer uma boa estocagem de segurança? 5 dicas!

Além dos pontos que citamos como espaço suficiente de armazenamento, tempo de entrega, volume de procura, para montar um estoque seguro para a sua franquia, é interessante que você:

  1. realize compras inteligentes: que são aquelas que alinham planejamento, custo-benefício, qualidade, pesquisas de mercado, boas negociações com os fornecedores, entre outras estratégias similares;
  2. acompanhe a mudança de comportamento dos seus clientes: o que hoje é interessante para o seu público, gera alto volume de vendas e vale a pena ter em estoque, pode não ser mais amanhã. Não acompanhar essas alterações costuma levar a significativas perdas de dinheiro; 
  3. verifique as novidades do setor: seguindo o mesmo princípio, fique por dentro do que está vindo de novo para o seu ramo de atuação, pois isso pode deixar alguns produtos obsoletos, e mantê-los estocado também gera prejuízos financeiros;
  4. treine corretamente sua equipe: para organizarem adequadamente as mercadorias e manter a qualidade, atentando-se principalmente aos vencimentos, dependendo do tipo de produto vendido;
  5. gerencie as perdas: realizando periodicamente inventários, a fim de confirmar as quantidades disponíveis e também verificar possíveis casos de furtos e avarias. 

Ao tomar esses cuidados, sua loja estará pronta para fazer parte dos casos de sucesso de estoque de segurança em franquias!

Quer outras dicas de como melhorar o gerenciamento do seu negócio? Então aproveite que está aqui, no blog da F360, e leia agora mesmo o artigo: “Ferramentas de gestão para franquias: como escolher a melhor?

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Maurício Galhardo

Head e curador do F360 Educa, apaixonado por finanças, autor de três livros de negócios e gestão financeira, com ampla experiência em treinamentos e palestras. Já treinou mais de 20 mil pessoas no varejo!