pessoa passando cartão em uma maquininha
Gestão 24/06/2024

Voucher no varejo: aceite e aumente as suas vendas!

Compartilhar Array

Aceitar voucher no varejo é uma ótima estratégia para aumentar as vendas. Afinal, quanto mais meios de pagamento oferecer aos seus clientes, maiores as chances de conversão, e essa é uma alternativa que ajuda a expandir o leque de opções para os consumidores.

No caso, estamos falando dos conhecidos e tradicionais vales, geralmente destinados para refeição ou alimentação. Porém, existem também alguns cartões de benefícios voltados para lazer, cultura e até mesmo para o cuidado com o corpo.

Isto é, não são somente os negócios do ramo alimentício que podem atrair mais clientes e vender mais ao aceitar esses vales. E as vantagens desse método de pagamento são muitas, tanto para quem paga quanto para quem recebe.

Veja por que aceitar voucher no varejo e como gerenciar os valores recebidos dessa forma.

O que são os vouchers?

Popularmente chamados de vale, são cartões de benefícios oferecidos pelas empresas aos funcionários como uma espécie de bonificação adicional ao salário. Os vouchers mais comuns são o vale-alimentação e o vale-refeição. Eles são vinculados a diversas bandeiras de cartão e, por isso, funcionam como um meio de pagamento.

Porém, como  explicamos, receber dessa maneira não é privilégio de negócios que atuam no ramo de alimentos, como as franquias de food service. Isso porque existem diversos outros tipos de vouchers, por exemplo:

  • vale-cultura;
  • vale-transporte;
  • vale-academia;
  • vale-mobilidade (para transportes exclusivos e abastecimento de veículos)

Inclusive, há alguns próprios de redes varejistas, que são os vale-presentes, emitidos pela própria loja e que só podem ser usados nas unidades da rede.

Por que aceitar vouchers?

Como comentamos, são muitas as vantagens do uso de voucher no varejo. Os vales exclusivos das lojas que acabamos de citar, por exemplo, são excelentes para fidelizar clientes.

Já para franquias do ramo de alimentação, os cartões voltados para esse setor podem ser usados para promoções com vale-refeição

Isso sem falar dos benefícios financeiros de aceitar vale-alimentação, decorrentes do aumento do poder de atração do negócio que gera mais vendas e, por consequência, contribui para aumentar o faturamento.

Somada a todos esses pontos, a aceitação de voucher no varejo de franquias também leva a outras vantagens, tais como:

  • melhora da experiência do cliente: que pode usar do benefício fornecido pela empresa em diferentes tipos de comércios de maneira simples, prática, rápida e segura;
  • possibilidade de a loja trabalhar com diferentes bandeiras de cartão: diferencial que ajuda a atender diferentes grupos de consumidores e potencializar as vendas;
  • chance de usar esse meio de pagamento para diversas estratégias de vendas: como as voltadas para melhorar a rotatividade do estoque ou em datas comemorativas; 
  • aprimoramento do fluxo de caixa e aumento na segurança dos pagamentos: pois estará aceitando mais um meio de pagamento digital, que facilita a conciliação e evita o manuseio de dinheiro em espécie.

Dica de leitura: “Vantagens da conciliação automática de cartões: as 7 principais!

Qual o impacto na gestão financeira ao aceitar vouchers?

Quanto mais meios de pagamento aceitar na sua franquia, maiores as chances de fechar boas vendas. Isso  porque, ao trabalhar com vários métodos, você evita que o cliente desista da compra por não encontrar aquele que  prefere usar.

Porém, se por um lado a experiência do cliente com vouchers no varejo é melhorada, por outro, os franqueados precisam aprimorar o gerenciamento  dos valores que entram no caixa dessa forma.

Sobre isso, o primeiro passo é lembrar que os cartões de benefício são vinculados a diversas bandeiras, tais como Ticket, Alelo, Sodexo e VR. Na prática, significa que você vai trabalhar com diferentes fluxos de recebimento de valores, já que cada uma dessas empresas pode liberar o dinheiro em uma data diferente.

Além disso, há a diferenciação no modo de captura dos pagamentos, que é o local de onde o valor está vindo, por exemplo, de maquininhas de cartão em pontos de venda, aplicativo ou site da loja.

Como você já deve estar imaginando, são muitos detalhes que precisam ser verificados, e todos impactam a gestão financeira da sua franquia. Entretanto, não se preocupe e nem pense em deixar de aceitar vouchers por esse motivo.

Há uma forma certa de administrar os valores que entram no seu fluxo de caixa por esse meio de pagamento e, o mais interessante, ferramentas que ajudam a realizar esse gerenciamento de uma maneira muito mais fácil.

Veja qual é no próximo tópico!

Como fazer conciliação de vouchers? 

A conciliação de vouchers consiste na conferência de todos os pagamentos que sua loja recebeu por meio de cartão de benefício, tais como vale-refeição, vale-alimentação, vale-presente, entre outros.  

A ideia é confirmar se o que foi anotado internamente está igual aos registros das maquininhas, do app ou site, e ao informado pela bandeira do cartão. Se houver alguma diferença, é fundamental descobrir o motivo para que sua loja não perca dinheiro por falhas administrativas. 

Você até pode fazer essa conferência manualmente, por meio de cadernos e planilhas. Contudo, realizar essa atividade assim leva muito tempo e aumenta bastante as chances de erros, por mais que se tenha atenção aos lançamentos.

Logo, a melhor maneira de fazer conciliação de vouchers é com ajuda da tecnologia, e o F360 Finanças oferece essa funcionalidade para a sua franquia.

O F360 Finanças é um sistema de gestão financeira multiempresas. Outras funções que nossa solução oferece são:

  • conciliação de cartões;
  • conciliação bancária;
  • fluxo de caixa;
  • contas a pagar e a receber;
  • DRE;
  • planejamento orçamentário;
  • integração com PDV e adquirentes.

Agende agora uma demonstração grátis e confira, na prática, como nosso software pode melhorar a sua rotina!

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Maurício Galhardo

Head e curador do F360 Educa, apaixonado por finanças, autor de três livros de negócios e gestão financeira, com ampla experiência em treinamentos e palestras. Já treinou mais de 20 mil pessoas no varejo!

Você também pode se interessar por