pessoa pagando uma conta pelo celular
Finanças 05/04/2024

Por que o Pix Recorrente pode transformar suas vendas?

Compartilhar Array

Da academia à entrega de refeições, o Pix Recorrente pode revolucionar vários segmentos do varejo. Esse novo método de pagamento, criado pelo Banco Central (BC), tem previsão de lançamento em abril de 2024.

Esse novo “débito automático” programado e feito via Pix tem a finalidade de automatizar pagamentos e facilitar a transação entre empresa e cliente.

Podendo ser usado por lojas físicas e on-line, de qualquer porte e setor, o Pix Recorrente oferece vantagens imensas aos varejistas, que recebem o valor mais rápido do que outros meios de pagamento, como cartão e boleto bancário.

Para se manter atualizado e oferecer o que há de mais moderno aos seus clientes, leia até o final e aprenda o que é Pix Recorrente, como funciona, seus benefícios ao varejo e como usá-lo para vender mais!

O que é Pix Recorrente?

Criado pelo Banco Central para facilitar os serviços e o comércio, o Pix Recorrente (ou Pix Agendado) é uma forma de agendar pagamentos para uma pessoa física ou jurídica. Ele é feito pelo sistema de pagamentos instantâneos, servindo para o cliente pagar periodicamente um valor à empresa.

Para entender melhor, imagine que você tenha um restaurante e ofereça a entrega regular de produtos ou refeições. Seu cliente pode programar o valor pago semanal ou mensalmente pelo Pix em vez de usar o cartão de crédito.

Apesar dessa forma de pagamento periódica ser bastante usada por empresas de serviço, como assinatura, streamings, escolas, academias e outras, alguns segmentos do comércio podem se beneficiar dela, como o setor food.

Como funciona o Pix Recorrente?

Essa forma de pagamento funciona como um débito automático no Pix, com pagamentos pré-agendados. O método é igual ao Pix tradicional. Ao chegar a data determinada, há uma transação instantânea.

Também chamado de Pix Automático, ele não terá custo para o cliente, mas, para as pessoas jurídicas (com CNPJ), haverá a cobrança de uma taxa, que varia de acordo com o banco ou a plataforma usada.

Outro detalhe é que esse método funcionará também com o uso de QR Code dinâmico, como já acontece na operação via Pix tradicional.

O Pix Recorrente é automatizado?

Por enquanto, o Pix Recorrente não é automático, ou seja, o cliente precisa agendar cada pagamento – um a um – manualmente. Porém, a automatização está na mira do Banco Central.

O objetivo é oferecer esse recurso para empresas de assinaturas, com mensalidades e, também, contas variáveis, como água e luz.

Além disso, o órgão planeja implementar mais funções ao longo do tempo, como pagamento parcelado e via NFC (Near Field Communication).

Continue aprendendo: Formas de pagamento: quais não podem faltar na sua loja?

Quais as vantagens de oferecer o Pix Recorrente?

Há muitas vantagens para os lojistas e empreendedores que trabalham com compra recorrente. Começamos pela popularidade do Pix.

Em 2023, as transações feitas por esse meio de pagamento bateram recorde! As movimentações chegaram a R$ 17,18 trilhões, de acordo com o Banco Central, o que representa um crescimento de 57,8% em relação a 2022.

O que queremos dizer é: seus clientes já estão usando essa forma de pagamento para diversas compras de bens e serviços. Por que você vai ficar de fora?

Em paralelo, citamos mais vantagens do Pix Recorrente no varejo:

  • maior satisfação do cliente em encontrar um modo prático e simples de compra;
  • aumento da fidelização do público com a recompra ou assinatura de refeições ou cestas de alimentos;
  • o varejista recebe o dinheiro da venda mais rapidamente, ajudando seu fluxo de caixa e capital de giro;
  • redução de custos operacionais, pois as taxas cobradas por esse sistema são menores que a de outros meios de pagamento;
  • contribuição para diminuir a taxa de inadimplência;
  • ampliação do alcance da marca, pois agrega consumidores que não têm cartão de débito e/ou crédito.

Como utilizar o Pix Recorrente?

Antes do lançamento oficial pelo BC, o Pix Recorrente pode ser usado quando associado ao boleto bancário. Basta adicionar o QR Code do sistema de transações instantâneas.

Enquanto não é liberado o Pix Agendado, o varejista pode acrescentá-lo ao boleto e, assim, melhorar a experiência, satisfação e fidelização do consumidor.

O Pix costuma liberar os valores para pessoas jurídicas no modelo D+1 (um dia útil após o pagamento).

Outro ponto importante, quando falamos sobre oferecer mais uma forma de pagamento para seus clientes, é ter um bom sistema de gestão financeira, que integre todos os meios oferecidos pela marca e mostre os resultados em um só local.

É assim que funciona o F360 Finanças!

Leia também: O que um sistema de gestão financeira precisa ter?

F360 Finanças: software de gestão para integrar o Pix Recorrente

O F360 Finanças é um software que transforma a gestão financeira do lojista e/ou franqueado. De forma simples e completa, ele oferece recursos essenciais para a correta administração das vendas.

A solução viabiliza o controle financeiro de várias lojas, marcas e canais de vendas em um mesmo lugar, além de ter um sistema responsivo, podendo ser acessado de vários dispositivos, como notebook, celular e tablet.

Entre suas funcionalidades focadas nas necessidades do varejo, destacam-se: gestão do fluxo de caixa, contas a pagar e a receber, conciliação bancária, de cartões e vouchers (setor food), elaboração de DRE e integração com mais de 500 PDVs e 150 adquirentes.

Com processos automatizados que agilizam a conferência das vendas e dos pagamentos aos fornecedores e parceiros, o F360 Finanças é perfeito para acompanhar os resultados, analisar a situação da loja e montar planejamentos estratégicos.

Quer saber como ele funciona? Agende uma demonstração do F360 Finanças e veja tudo o que ele pode oferecer para transformar sua gestão no varejo!

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Henrique Carbonell

CEO & CoFounder at F360 - Franchisee at O Boticário