gráfico em computador
Finanças 16/05/2024

O que é Break Even Point? Calcule o ponto de equilíbrio da loja!

Compartilhar Array

Ao abrir uma loja ou investir em uma franquia, é comum o varejista pensar em qual momento o estabelecimento vai começar a dar lucro. E é exatamente essa a função da ferramenta financeira chamada de Break Even Point (BEP) ou ponto de equilíbrio.

De modo geral, ela serve para o empresário entender quando o negócio vai parar de dar prejuízo e começar a gerar receita o suficiente para, pelo menos, atingir o ponto de equilíbrio de suas finanças. Em outras palavras, “sair no zero a zero”.

Calcular o BEP e acompanhar a evolução desse indicador é vital para ter uma boa gestão financeira no varejo e criar estratégias para elevar a rentabilidade e lucratividade.

Então, vamos aprender a calcular a previsão do ponto de equilíbrio da sua loja ou franquia? Leia até o final e confira o que é Break Even Point, sua importância e como fazer o cálculo!

O que é Break Even Point?

Break Even Point (BEP) é um indicador que estima o ponto de equilíbrio das finanças da loja. Ele revela o momento em que as receitas se igualam às despesas, ou seja, quando o negócio para de dar prejuízo e aproxima-se da hora de começar a lucrar.

Sendo assim, ele é fundamental para realizar o planejamento de abertura de franquias. É preciso saber se até o momento do Break Even haverá capital de giro para sustentar os custos operacionais, tanto os fixos quanto os variáveis.

O BEP também contribui para entender a quantidade e o valor de vendas necessários para chegar ao zero a zero durante determinado período.

Diferença entre payback e Break Even Point

A maior diferença entre payback e Break Even Point é a seguinte: o BEP é o ponto de equilíbrio, quando os ganhos e custos se igualam, sem haver lucro nem prejuízo; já o payback é o tempo que demora para o investimento inicial ser pago em sua totalidade.

Ambos os indicadores financeiros são essenciais para projetar cenários futuros e orientar estratégias da sua gestão ao longo dos meses e anos.

Qual a importância do Break Even Point?

O BEP é importante porque revela a saúde financeira da sua loja. Ele mostra se ela está perto ou longe de atingir o equilíbrio entre despesas e receitas e, de fato, começar a dar lucro.

Além disso, ele é vital para compreender se vale a pena fazer determinado investimento, como abrir uma franquia, pois mostra o momento em que as contas irão se igualar e assegurar a sustentabilidade da loja.

Esse indicador também é importante para fazer uma boa gestão financeira, pois permite:

  • perceber onde reduzir custos;
  • identificar operações para serem otimizadas;
  • melhorar o plano de vendas;
  • definir objetivos e metas do negócio;
  • planejar investimentos;
  • otimizar as tomadas de decisão.

Como calcular o Break Even Point?

O cálculo do Break Even Point envolve também a apuração de outros elementos, como o valor dos custos operacionais fixos e variáveis e a margem de contribuição da loja durante determinado período. Ele é feito pela fórmula:

Break Even Point = Custos fixos totais / Margem de contribuição

Entenda como calcular o Break Even Point e aprenda sobre cada elemento da fórmula.

Custos fixos e variáveis

Descobrir os custos operacionais da loja é o primeiro passo para encontrar o Break Even, afinal, ao mapear as entradas e saídas, é possível entender como funciona seu fluxo de caixa.

Os custos operacionais são classificados entre fixos e variáveis:

  • custos fixos: não dependem das vendas, como aluguel, internet, água, gás, luz, folha de pagamento, financiamentos, seguros, licenças e taxa de franquia, entre outros;
  • custos variáveis: variam de acordo com a quantidade de produção e vendas, como impostos, compras de insumos e matérias-primas, comissão de vendedores, contrato de trabalho temporário, horas extras de colaboradores etc.

Leia também: Despesas de franquias: as 9 principais que você precisa saber!

Margem de contribuição

A margem de contribuição é o valor residual da receita de uma venda, que colabora para quitar os custos fixos e dar lucro à marca. Ela é calculada depois de subtrair os custos variáveis associados ao produto vendido.

Para calcular a margem de contribuição de um produto/serviço, use a fórmula:

Margem de contribuição unitária = Preço de venda – Custos variáveis unitários

Como calcular o Break Even Point? Exemplo prático

Agora que você já entendeu os elementos que fazem parte do cálculo do BEP, é hora de ver um exemplo prático para compreender melhor!

Imagine que uma franquia de vestuário feminino tenha:

  • custos fixos mensais: R$5.000
  • custo variável unitário: R$50
  • valor de venda do produto: R$100

O primeiro passo é calcular a margem de contribuição:

  • Margem de contribuição unitária = Preço de venda – Custos variáveis unitários
  • Margem de contribuição unitária = 100 – 50
  • Margem de contribuição unitária = 50

Depois, aplique a fórmula do Break Even Point:

  • Break Even Point = Custos fixos totais / Margem de contribuição
  • BEP = 5.000 / 50
  • BEP = 100

E o que significa?

Para alcançar o Break Even Point ou ponto de equilíbrio, é preciso vender 100 peças de roupas mensalmente.

A partir dessa quantidade de vendas e a manutenção dos valores dos custos fixos e variáveis, a loja pode começar a lucrar.

Porém, como vários fatores impactam o BEP, especialmente a mudança do valor das despesas, o recomendado é calcular esse indicador a cada mês.

Qual o tempo ideal para o Break Even Point?

Não existe um tempo ideal para todos os tipos de varejo, mas, de modo geral, quanto menor for, melhor. Afinal, ele mostra que a franquia conseguirá equilibrar suas contas de forma mais rápida.

Uma dica para entender a viabilidade do negócio pelo Break Even é comparar a média histórica do BEP no seu setor de atuação com o da sua loja.

O ideal é que ele seja o mais baixo possível, porém, se perceber que o valor do indicador está crescendo ao longo dos meses, fique atento à sua gestão financeira e desenvolva planos de ação para reduzir custos e elevar a receita.

E como fazer isso? Use a tecnologia a seu favor: o F360 Finanças é um sistema de gestão financeira que automatiza diversos processos, facilitando o controle das entradas e saídas da loja.

Ainda, ele oferece recursos essenciais para tomar decisões que levem logo ao Break Even Point da sua marca, como fechamento de caixa, conciliação bancária e de cartões, gestão de fluxo de caixa, elaboração de DRE, contas a pagar e a receber e muito mais!

Agende agora uma demonstração gratuita e saiba como tornar sua gestão financeira mais ágil, precisa e eficiente!

Compartilhar Array
Avatar photo
Escrito por:

Maurício Galhardo

Head e curador do F360 Educa, apaixonado por finanças, autor de três livros de negócios e gestão financeira, com ampla experiência em treinamentos e palestras. Já treinou mais de 20 mil pessoas no varejo!